PQ VIDA?

- 23 julho 2018 -
O penúltimo dia de aula de fotografia (ahhh) envolvia modelos (vai vendo) em trajes de noivo (!!), SEM NOIVA (!!!) e a quantidade de "noivos" era tanta que a relação era de um modelo para cada pessoa (ui!). Eu, claro fiquei um bom tempo matutando o que é que eu ia fazer com um modelo só pra mim, principalmente com toda essa desenvoltura (not) que eu claramente possuo desde os primeiros dias de vida (not) e gente, é preciso entender que o meu cérebro não funciona direito em situações de pânico, tipo essa, daí eu fiz o que qualquer pessoa inteligente e sensata poderia fazer num momento como esse: Entrei em pânico, obviamente  hahahha. Mentira, tá? Mas é verdade.

Na verdade os modelos foram muito legais e atenciosos e apesar da minha super desenvoltura (not) deu tudo certo, bom, tudo certo até ter aquele rodízio esperto dos modelos e aí meoirmão colocaram aquele modelo junto com a gnt (pq a essa altura do campeonato eu já não estava mais sozinha, já éramos uma equipe de pessoas trabalhando com vários modelos ao mesmo tempo), mas gnt eu preciso contar umas coisas antes de continuar a história, vai valer a pena. Uns dias antes eu fiquei doente, gripada para ser mais específica e na véspera da aula o meu rosto (que é sensível demais) começou a descascar, sim, o nariz e o resto do rosto começou a simplesmente descascar, a visão mais bonita que você pode imaginar (sqn) e como a desgraça tava pouca, também na véspera surgiu uma espinha, mas não uma espinha, A ESPINHA, na bochecha, NA BOCHECHA, e ficou inchado e feio e tudo mais e eu tava o fofão manco, segurem essa imagem e voltemos ao caso.


Daí que trouxeram aquele modelo, desenterraram não sei de onde, não sei de que paraíso, mas gnt que pessoa linda, que coisa mais chuchu e eu lá de fofão manco trocando de pele fazendo a linda, phyna nada estava acontecendo, daí eu que não aguento a língua dentro da boca, falei: Nossa cara, mas vc é a cara do Escobar do Dom Casmurro (esse Escobar, gnt) e ninguém entendeu nada e o menino Escobar me deu seu sorriso mais lindo, até hj não entendo se foi um sorriso de deboche ou se ele entendeu a referência. Gostaria de dizer que eu sobrevivi a experiência e que poderia ter sido pior, mas não foi pq as forças do mundo seguraram a minha língua dentro da boca nos momentos certos. Tipo a hora que eu fui mostrar a foto do menino para a professora e ensaiei falar: POTAQUEPARIUHEIN, mas que menino gato, será que ele quer casar comigo, mas não gente, o pai dele estava do lado. OBRIGADA DEUS, GRATIDÃO! 

Queria também postar as fotos por aqui, mas não posso. Uma pena.

Sobre o dia que ganhamos na loteca

- 13 julho 2018 -
Um dia desses, véspera de férias, Sexta-feira, tava voltando pra casa (já estava em casa, no caso) para o aconchego do meu final de semana quando me deparo com a seguinte cena:

Senhora minha mãe com um papel de loteca, um sorriso largo, daqueles que vão de orelha a orelha, olhando para o computador, e claro, vocês vão ter que concordar que não havia muita coisa que eu poderia pensar nesse momento a não ser: "MAMA GANHOU NA LOTECA, MANO" e o olhar dela só confirmou o que eu já pensava, não foi nem necessário um diálogo entre nós, ela com os braços erguidos aos céus comemorando a vitória, olhando para tela do computador com um papel da loteca na mão. E EU QUE SEMPRE PENSEI QUE ESSE NEGÓCIO DE LOTECA FOSSE DE MENTIRA, MAS NÃO, EU SOU A PROVA DISSO, tava tão lindo, já estava imaginando que claro que eu seria beneficiada com isso (minha mama, minha parceira, claro). Já estava comemorando junto com ela (ambas em silêncio para não chamar a atenção do resto da casa, pq dividir um momento desse em que eu estava quase ficando ryca de tabela com outras pessoas, pra que gnt? apns).

Dai ela resolveu quebrar esse momento de silêncio e falou: "GANHEI NA LOTERIA!". Tá né, isso eu já percebi, mas quando é que eu vou ficar rica de tabela, gnt hahahaha, daí que ela virou a tela do computador e pediu que eu conferisse os números com ela. AI QUE EMOSSAUM.

O primeiro número estava errado (mas é só o primeiro número, que diferença essa porra faz, se mama acabou de ganhar na loto) o segundo número estava certo AEEE o terceiro também o quarto número não e o último porém não menos especial estava certo as well, mas ai deu tela azul na minha cabeça, pq né, eu do alto da minha ignorância com jogos de loteca sempre achei que a mega fossem seis números ao invés de cinco, mas tudo bem, a única coisa que importava era que eu ia ficar ryca de tabela HAHAHAH, mas ai eu vi QUINA, que diabos é quina, NÃO É SENA?, quina pra mim é aquele objeto pontudo onde eu sempre bato o dedinho, mas ohhhwait vejam os prêmios Seu Sílvio:

3 Números  = R$ 103,00

Era uma pegadinha! Uma fucking pegadinha! YEAH YEAH
Image result for CLAPPING HANDS GIF
M-U-I-T-O E-N-G-R-A-Ç-A-D-O

Tag: Viciado em filmes

- 06 junho 2018 -
Tô começando acreditar que a minha fonte de criatividade fez a mala e foi embora para muito, muito longe sem data de retorno hahaha (eu tô rindo, mas é de nervoso, tá?). Enquanto isso a gnt finge que nada está acontecendo (o que não é verdade) e que a gnt foi indicado para esse super meme de filmes (o que também não aconteceu) pq ultimamente a única coisa que temos feito é ver filme e se estressar com a faculdade acabalogotaloco.

Qual foi o último filme que você viu?
Na época que eu comecei a responder esse meme, veja você, o(s) último(s) filmes que eu tinha visto tinham sido: Simon and the oaks, Victoria, It (2017), Simple Simon e behind the blue skies, todos (exceto o It) são Suecos e não muito fáceis de encontrar (pq teriam que ser fáceis, não é verdade?).

It: Nem pretendo tentar me explicar por que eu gostei tanto desse filme, mas que fique registrado aqui que eu gostei demais e já estou super ansiosa pela continuação.

Simon and the oaks: É um filme sueco e que talvez (assim como todos os outros eu assisti apenas pelo ator principal, um bjo Bill, seu lindo) e foi o que eu menos gostei, o filme é narrado sob a perspectiva de Simon, um menino judeu adotado por uma família alemã (que ele só descobre no decorrer da história) e desde sempre teve inclinação a gostar de músicas e atividades mais artísticas, mas que não é bem visto pelos seus pais e tals. Achei o filme um pouco conflitante e forçado, principalmente o desfecho dado todo o comportamento do personagem ao longo do filme, mas né.

Victoria: O enredo desse filme é um pouco clichê, Victoria é uma moça bonita de família rica e tradicional e que por interesse dessa mesma da família foi "prometida" (na verdade ela não foi prometida, mas existe uma leve pressão para que ela se relacione com o Otto) que é um outro clichê ambulante: bonito, jovem, rico e arrogante, etc, etc, mas Victoria desde a infância nutre uma forte amizade e paixão pelo Johannes, empregado da família, diria que apesar do filme soar bem clichê tem umas reviravoltas no desenrolar que te faz ficar de boca aberta se perguntando: COMO E PORQUE? 

Simple Simon: Acho que todo mundo deveria assistir esse filme, sério! É simplesmente maravilhoso. Simon é portador da síndrome de asperger e após o termino do namoro do seu irmão, vê a sua vida sair da sua tão importante rotina e a partir disso sai em busca de uma nova namorada para o seu irmão. O filme encanta demais pela simplicidade do enredo, pelo cuidado dos detalhes do filme e pela ótima atuação do Bill (como não amar ♥).

Já no momento que esse post está sendo escrito, o(s) último(s) filme(s) que eu vi de fato foram: O terminal (aquele do Tom Hanks, sabe?) e gente, eu quase chorei, não sei se eu deveria, mas nossa emocionante HAHAH e o corvo (o do Brandon Lee, não o do Edgar Alan Poe, tá?)

Um filme que quer muito ver?
Bohemian Raphsody

Um filme para chorar?
Se você é um ser humano dos animes, lhe aconselho a nunca assistir ao OVA final do Samurai x (tô levando em consideração que você assistiu todas as sagas, bonitinho) pq simplesmente, meu caro minha cara, esse filme é um desgraçador de vidas! Na minha vida toda tive coragem de assistir apenas APENAS duas vezes, mas a desidratação foi intensa. Se você não é uma pessoa dos animes, você terá que concordar comigo que a lista de Schindler não é um filme nada fácil de se assistir também e que bate aquela leve desidratação.

Um filme para rir?
Ai eu vou ser aquela tia chata que vai citar pela 99736777 vez The burbs, mas CÊS VÃO TER QUE CONCORDAR QUE É LEGAL.
Image result for the burbs sardine gif
Aceita sardinha, senhor?

Um suspense?
O silêncio dos inocentes PQ ANTHONY HOPKINS, APENAS.
Image result for SILENCE OF THE LAMBS GIF

Um filme para ver com a família?
A comédia une a família brasileira, portanto Debi Loide.

Um romance?
Com tantos filmes por ai e eu só consigo pensar em de repente 30, ta bom, tem também o encontro marcado, que é lindo também.
Image result for meet joe black gif
:´(

Um filme lindo?
A viagem de Chihiro é um filme lindo em todos os aspectos, na história tão tocante, nos detalhes da animação tão bem feita e o fato de uma protagonista garota tão forte e determinada como a Chihiro, U GO GIRL. CHEGA A DAR VONTADE DE CHORAR.

Um filme para morrer de medo?
Não sou uma pessoa dos filmes de terror. Eu costumava ser quando era criança. Então não sei. O mais próximo que a minha mente consegue chegar de um filme de terror é o Pet Sematary.
Image result for pet sematary gif
Gatinho bonitinho

Um filme de ação?
Drive.

Um filme que não vale a pena?
Atomic Blonde. Hummm, apenas não.

Um filme para o feriado?
Daquelas comédias pastelão? Anota ai: Ela é o diabo, Thor Ragnarok, mas tem também o Napoleon Dynamite um dos meus filmes preferidos da vida, que não se encaixa nessa comédia pastelão, mas ainda sim é muito bom, recomendo demais.

Um desenho animado?
Qualquer um do gênio Hayao, especialmente o castelo animado.

Um filme que todo mundo tem que ver?
O palhaço. O filme é simples, mas consegue balancear muito bem comédia e drama e algumas pitadas de tapa na cara.
Image result for o palhaço filme selton mello gif

Um filme que você já assistiu 3 vezes ou mais?
Todos os filmes que eu gosto eu assisto bem mais de 3 vezes, e isso me recorda da época da videolocadora (eu não sou velha, eu juro) em que eu alugava um filme na quinta e entregava só na segunda e assistia pelo menos uma vez ao dia (quando não mais) só para fazer vale a pena o preço que eu paguei para locar hahaha.

#Maio: O que teve de bão?

- 01 junho 2018 -
Ahhh Maio, o mês que eu finalmente voltei a postar nesse blog, não com a frequência que eu gostaria porque me sobra afazeres e falta criatividade, mas um dia a gnt chega lá, mês de maio também teve dia das mães (bjo, mãe) e show do Ozzy (bjo, Ozzy) que eu não fui :(

Assistindo: Terminei de assistir a quarta temporada de Gotham e GRAÇASADEUS vai ter a quinta (e última, ahhh) temporada para que aquele final possa ser explicado e para que, francamente né, possamos ver Brucinho sendo o Batman, tá na hora já! Gostaria de dizer também que sigo assistindo o trailer do filme do Queen que só estreia em novembro, mas já estamos como:
Image result for spongebob dancing gif
ansiosa
E ainda tem mais o que BRASIL? CASTLE ROCK! MANO DO CÉU, jamais imaginei que viveria para ver uma série que engloba o universo do rei com Bill e Sissy Spacek, apenas assistindo o trailer todos os dias também, estreia logo, apenas!

Dos filmes que eu assisti esse mês e gostei (mas nada que meia população já não tenha assistido): Thor Ragnarok (engraçadinho, porém legal), Nosferatu 1978 (apenas fantástico, não à toa que é a milésima vez que eu assito) e The place beyond the pines (um filme com um milhão de reviravoltas AND Ryan Gosling vestindo camiseta do Metallica).

Lendo: Teses de tcc, listas de exercícios e no meio disso tudo ainda tô tentando ler Johnny vai a guerra.

Ouvindo: Queen.

Querendo: Acabar logo a faculdade!

Instagram Repeller

- 14 maio 2018 -
Sempre fui o tipo de pessoa que pensa algumas (muitas) vezes antes de postar algo no instagram, sim! Se a foto vai combinar com o feed, se vai passar algum tipo de mensagem relevante e MELDELSDOCÉU e se ninguém curtir, sim! Eu tenho tentado tirar esse pensamento da minha cabeça e desde que eu comecei a estudar fotografia eu tenho entendido que a foto é algo muito mais pessoal e íntimo do que a gente imagina, que elas servem para eternizar um momento e que esse momento não precisa ser apreciado nem entendido por outras pessoas, só precisa fazer sentido para nós mesmos.