Livro: Tripulação de esqueletos

- 25 abril 2014 -
Stephen king

Tem algum tempo já que eu finalizei a leitura desse livro, mas dois contos nunca saíram da minha cabeça, portanto se preparem para ler coisas chocantes neste post.

O livro Tripulação de esqueletos conta com mais de 20 contos do Stephen King que foram escritos e publicados em épocas bem diferentes da sua carreira e bem, não vou me estender falando de cada um dos contos, pois você pode conseguir resenhas muito melhores em outros blogs/ sites/ whatever o que eu quero falar hoje são sobre dois contos desse mesmo livro que me chamaram muito atenção e que já ocupam lugar no meu top 10 de leituras.

Sem mais delongas, lhes apresento O sobrevivente.

Quando eu comecei a ler esse conto eu não imaginava o que poderia acontecer, aliás, pelo nome “sobrevivente” eu até tinha uma ideia, mas nada tão chocante quanto esse conto se mostrou ser.

O conto retrata a “vida” de um médico preso em uma ilha deserta (a ilha ao total tem 190 passos), abandonado a própria sorte sem nada além de fósforos e heroína. Com isso o médico relata o seu dia a dia em um diário a fim de reler tudo algum dia e poder dar algumas risadas sobre esse acontecimento, ou não.

O que já parecia ser um roteiro para um ótimo filme de terror acaba piorando, porque com King a zuera never ends.

Após uma tentativa fracassada de acenar para um avião que sobrevoava a ilha o médico fratura o pé em umas pedras e não existe outra opção a não ser amputar o membro fraturado.

Após a cirurgia para a amputação do pé a história começa a tomar outros rumos quando o médico decide comer o membro amputado, da uma olhada:



Só com esse trecho já da pra sentir o drama desse conto, mas ó as coisas só pioram e o fim não é nada óbvio.

Já o segundo conto, A excursão, é menos chocante, mas não menos tenso, acompanha só.

Em um futuro não muito distante as pessoas vão começar a utilizar uma máquina de teletransporte para viajar para outros planetas em busca de um bem valioso, a água.


O conto basicamente se passa na sala de espera de “embarque” do teletransporte em que um pai conta para os seus filhos como surgiu à excursão e os testes que foram feitos com essa máquina revolucionaria até chegar à data atual e porque só se pode viajar nela desacordado, afim é claro de evitar surpresas maiores.


O maior mistério desse conto, pelo menos pra mim, foi a respeito de porque só se pode viajar na excursão desacordado e com o passar da história você vai entendendo pouco a pouco os mistérios sobre a excursão.



O fim do conto não poderia ser melhor!

2 comentários em "Livro: Tripulação de esqueletos"

  1. Caramba que tenso, mas mto legal, ótima dica, vou indicar pro meu namorado ler, rsrss!!^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Indica sim é muito bom, tem outros contos que são tão tensos quanto estes hehehe, ah tem também o livro Angústia que é muito bom e extremamente tenso, sério!

      Bjocas

      Excluir