A primeira vez que eu ouvi a minha banda favorita

- 29 maio 2015 -
A lembrança mais antiga que eu tenho deles são daqueles programas de tv que passavam clipes de música, na verdade hoje ainda tem (eu acho), mas antes era bem melhor, reconheçam, mas enfim, por tempos eu assisti um programa que passava na band (que eu não lembro o nome), mas que passava uns três clipes, e engraçado que eram sempre os mesmos, todo domingo sempre na mesma sequência: Breakout (swing out sister) o outro eu não lembro o nome, mas se eu encontrar eu deixo aqui e claro, shout, na época eu não fazia ideia de quem eles eram (Tears o quê?) e muito menos o que estavam falando, mas ainda sim eu me simpatizava com a banda, tanto que eu acordava todo domingo de manhã só para assistir o mesmo clipe, sim, todo domingo em um looping infinito, não me julguem.

Foi também quase que na mesma época que eu descobri woman in chains (ou woman in chains veio primeiro e shout posteriormente, sempre faço uma confusão básica na ordem cronológica dessas músicas) e até que eu curtia woman in chains, não era e nem nunca foi uma das minhas preferidas, mas eu curtia, não como shout que por tempos foi a música da minha vida, a música para se ouvir a todos os momentos, podemos até considerar que foi tudo isso (e algo mais), isso até eu descobri a existência de advice for the young at heart, ahh essa música, eu não me canso de contar como eu a conheci, nada além do que uma viagem que eu fiz sozinha (isso no auge da minha pré adolescência, muito corajosa) e na época eu consegui um celular que tinha umas 3 músicas e mais uns três toques de celular (o celular era daqueles bem antigões (essa palavra existe?), emprestado, de flip e com 500mb de memória) ouvi essa música durante a viagem inteira em um looping infinito desejando não enjoar nunca, desde então virei fã (não das histéricas), assisti todos os shows disponíveis no youtube, os que não tinham eu comprei dvd, baixei da internet, dei um jeito, conheci novas músicas, apaixonei por outras tantas, a minha vida se resumia em ouvir Tears for Fears, em casa, no ônibus, no caminho para escola, coloquei até de toque de celular, veja você, o estrago a essa altura já estava feito, de fato não tinha mais volta, mas ainda faltava algo, ter a oportunidade de assistir um show, demorou (bastante), mas em outubro de 2011 eu consegui concretizar mais um dos meus sonhos ainda não realizados, foi sensacional, foi épico.

Devo a culpa disso tudo e de todo o meu gosto musical ao brother que me apresentou a tanta coisa legal.

Nenhum comentário em "A primeira vez que eu ouvi a minha banda favorita"

Postar um comentário