Enésimo

- 26 agosto 2016 -
Já falei (e não foram poucas) o quanto eu mudo de opinião sobre as coisas (menos música), mantenho um pequeno registro de quantas vezes me cansei da disposição dos quadros na parede e de quantas vezes eu mudei a disposição deles, e é um tanto difícil explicar o sentimento que eu tinha por essa parede de quadros, até porque o meu desejo sempre foi ter uma parede que me identificasse, que eu olhasse e pensasse: "Putz, isso me representa demais", been there done that, e apesar de ter conseguido esse feito ainda sim me sentia incomodada porque parecia que todas essas informações não combinavam de uma forma harmoniosa. TALVEZ SEJA APENAS FRESCURA, mas eu estava bem incomodada.
O antes
O durante
Também não queria gastar mais dinheiro com isso, então separei os quadros dos quais eu gostava mais e complementei com alguns enfeites a mais, tipo as letras: 80S que não aparecem na foto porque eu comprei (na verdade eu fiz) depois, aproveitei também para trocar algumas molduras, e tentei rearranjar os quadros em uma disposição que me fizesse mais feliz. Os funkos são meramente ilustrativos, by he way.

Fotografar a forma como eu gostaria que os quadros ficassem dispostos na parede foi uma boa ideia, mas de nada valeu, se eu não tivesse tirado as medidas entre os quadros, e feitos as marcações na parede, digo isso porque eu sou um ser meio free style e não meço nada e nunca penso antes de furar a parede, quando eu me dou conta disso, os quadros já não cabem mais na parede, heheheh.
E o resultado!
Na verdade ainda faltam uns pequenos ajustes, tipo pintar a parede novamente, por isso ignorem o fato das manchas brancas na parede, isso é para cobrir os arrombos buracos que eu fiz ao arrancar os preguinhos da parede.

Nenhum comentário em "Enésimo"

Postar um comentário