O dia em que eu fui no Hard Rock Cafe

- 23 agosto 2016 -
Nunca dei a mínima para o Hard Rock Cafe, tanto que nem fazia ideia que existia uma franquia aqui no Brasil (fiquei sabendo que só tem em Curitiba, mas tenho preguiça suficiente para não confirmar se a informação é verdadeira). Aproveitando a viagem e a aquela sensação de poder se arriscar um pouco mai$$$$$ topei de ir conhecer o Hard Rock Cafe e ver o que tinha de bom por lá.

E nem vendem café lá!

A primeira impressão que eu tive do local foi um pouco chocante, porque em plena quarta feira estava lotado, esperamos por volta de uma hora (!!) para conseguir mesa, mas nesse meio tempo você consegue percorrer pelos espaços do restaurante, interagir com os acontecimentos no bar (teve pausa para dancinha dos garçons) e pode até pensar em fazer vários empréstimos na caixa para comprar algo na loja deles hahaha.
Elton John estava tímido nesse dia
A curadoria de peças é simplesmente fantástica, vi vários artigos autografados como esse lp do Elton John, que não da para ver direito o autógrafo, guitarra usada pela banda Starship, roupa dos integrantes do Pink Floyd, disco de platina do whitesnake, roupas da Cher, Britney Spears entre outros, realmente é algo de encher os olhos.
Fiz dois financiamentos pela caixa para pagar o lanche
Não foi algo super barato, mas de fato você paga pela experiência de passar algumas horas no restaurante sendo mimado o tempo todo, com show dos garçons, show cover e a oportunidade de ver peças únicas de icones do rock.
Como eu me senti vendo o cover do Elvis

Nenhum comentário em "O dia em que eu fui no Hard Rock Cafe"

Postar um comentário