O dia em que eu visitei o Martinelli

- 10 janeiro 2017 -
Visitar o Martinelli sempre foi um desejo antigo, sempre fui muito fã da história não só do prédio com todas suas polêmicas, do auge ao descaso total, como a história de seu idealizador Giuseppe Martinelli. Fiquei muito curiosa ao saber que existe um livro sobre o criador e a criatura esse aqui, uma pena que eu não consegui encontra-lo em lugar algum :(



Aparentemente tem algum tempo que a administração (ou seja lá quem cuida dessa área) já não disponibiliza mais a visitação durante os finais de semana, o que é uma pena. Só consegui visitar o prédio graças as férias alcançadas hahaha. Fui em uma terça feira e os horários são um pouco bizarros, com visitação a cada meia hora, é necessário fazer uma "pequena ficha" (nome e cidade de origem) e aguardar na linda fila que se forma na frente do prédio. No informativo dizia que a visitação dura 15 minutos (!), mas não sei se isso é levado realmente em consideração porque eu fiquei por lá bem mais que isso ;)



A vista do terraço realmente impressiona, é um giro de 360º por São Paulo. Desejei morar ali pelo resto da minha vida, aí eu lembrei que dizem que o prédio é mal assombrado, desisti na hora.


Uma coisa que me impressionou bastante (se é que tinha algo a mais para me impressionar) é a grandiosidade do Banespão, digamos que é algo muito, muito surpreendente.

Olar, Banespão! 
#IHaveThisThingWithFloors 



♥ 

4 comentários em "O dia em que eu visitei o Martinelli"

  1. Morro de vontade de conhecer. Não sabia dessa história de não poder visitar no final de semana, uma pena. QUERO muito conhecer na próxima visita a Sampa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma pena mesmo eles terem parado com as visitações de final de semana, mas se tiver uma oportunidade de ir vá mesmo, pq vc não vai se arrepender :)

      Excluir
  2. Nunca tinha ouvido falar nas histórias creepy do Martinelli e fiquei um bom tempo lendo sobre <3 adoro lugares com histórias desse tipo hihihi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha comentei no outro comentário a respeito da história do Martinelli, ahh é tão fantástico, se vc procurar pelo site deles, tem várias fotos da época e ainda tem os jornais com as notícias dos crimes que acontecia por ali, muito bom.

      Excluir