Chile dia 01: Deu (quase) tudo errado

- 08 março 2017 -
Dai que eu fui para o Chile para aproveitar o fugir do Carnaval. Devo dizer que foi uma viagem que TINHA TUDO para dar errado, mas mesmo assim deu certo hahah.
O primeiro dia não fosse o fato de termos chegado tarde (pq voo atrasou, translado atrasou, tudo atrasa nessa vida) e a remota possibilidade de dormir na rua não teve muito mais animação, exceto a vista da janela do hotel que dava para a rua de frente com um banquinha de jornal de um senhor de semblante bem simpático e seu gato extremamente gordo. Infelizmente eu não tenho foto disso para postar aqui e porque eu não tenho foto disso , não é verdade? Estou me perguntando até hoje.

No dia seguinte eu até fui a banquinha ver se eu conseguia fazer amizade com ver o gato de perto (EMOSSAUM), mas aparentemente ele era tímido e não quis falar comigo, SÓ QUERO DEIXAR REGISTRADO AQUI O MEU MAIS SINCERO BJO PARA O GATO QUE EU MAL CONHEÇO, MAS JÁ CONSIDERO PAKAS.

Antes de ir viajar eu fiz uma lista bem marota das coisas que eu queria comprar (inclua aqui doces, muitos doces) e como a vida é linda e tinha um supermercado na frente do hotel o primeiro rolê digno da viagem foi no supermercado, porque né glamour e riqueza vemos por aqui. Descobri o melhor chocolate da vida, esse aqui, e me culpo diariamente por não ter feito estoque para mais dois milênios.

Quando eu me lembro que o chocolate da minha vida só é vendido no Chile

Tinha visto muita gente comentar a respeito dos cerros de Santiago (Santa Lucia e San Cristóbal) e devo dizer que: Rocky Balboa iria chorar ao ter que subir toda as escadas que te leva para o alto do cerro, eu chorei (internamente) por ter tido a linda ideia de subir o cerro, mentira porque a vista é linda e vale o esforço e você ainda pode ter a maravilhosa oportunidade de experimentar o suco de cérebro hahaha. Tá, não é suco de cérebro, mas eu apelidei (carinhosamente) dessa forma porque PRA MIM PARECE SUCO DE CÉREBRO e é isso que importa hahah, na verdade o suco é de pêssego (tem um pêssego gigantesco dentro), trigo e canela, o suco é bem doce e diferente, eu achei muito estranho a textura do trigo no fundo do copo, mas valeu a pena para conhecer.
Entrada do Cerro Santa Lucia e suas maravilhosidades
A bendita escada e a vista de entrada do cerro
Problemas com pisos bonitos a gnt por aqui

A vista do Cerro Santa Lucia não é tão alta quanto o do San Cristóbal (que tem o funicular AND agora o bondinho para te levar até o topo e economizar as pernas), mas o San Cristóbal não é nem de longe mais alto que o Sky Costanera, que não é um cerro, mas tem quase a mesma função. 
A vista do Cerro Santa Lucia

Na parte de trás do Cerro tinha uma praça com muitas árvores e pessoas deitadas fazendo picnics / dormindo ou simplesmente fazendo nada, que fique registrado aqui que invejei todos, porque naquela altura do campeonato eu já tinha deixado as minhas pernas e força de vontade em algum lugar do cerro e queria estar jogada em algum lugar DORMINDO, só não fiz isso pq a recompensa do que estava por vir era muito melhor, ou seja, COMIDA. 

Eu sabia que a feira de artesanato do bairro Lastarria era em algum lugar por ali, mas o meu senso de localização é péssimo e no meu mapa mental era necessário dar uma baita volta e andar meia vida para chegar, sendo que o bairro faz fundo com o Cerro Santa Lucia e é possível acessar utilizando a rua que fica atrás do cerro, assim como a localização da sorveteria La rosa, que eu simplesmente tomei o sentido oposto, pq né É MUITO PROVÁVEL QUE NÃO SEJA ALI ONDE ESTÃO TODAS AQUELAS PESSOAS REUNIDAS COMENDO ALGO, não é verdade? O mais engraçado de tudo foi assistir uma mulher (talvez contratada pelo La Rosa para entreter os clientes) cantando AO VIVO MÚSICAS BRASILEIRAS, sabe aquele meme fulano ouve música em inglês e canta em árabe? Estava quase isso.

Na volta aproveitei para fazer um tour pelo novo hotel (lembra que eu falei que tinha tudo para dar errado, né? Então, uma viagem e dois hotéis diferentes), já o ápice da tristeza se deu quando que constatei que no novo hotel tinha piscina (e academia que eu jurei –NOT– que frequentaria algum dia) e eu sem meus aparatos, mas a vista compensou.

2 comentários em "Chile dia 01: Deu (quase) tudo errado"

  1. Pisos bonitos a gente vê (e ama ver) por aqui. O suco de cérebro só não parece tanto de cérebro pela cor, se acrescentasse um corante vermelho aí, chegaria até a dar nojo kkkk Amei o cerro Santa Lucia, mas acho que ia fazer vários intervalos até concluir a subida dessa escada - porque sedentarismo a gente vê por aqui. Sobre chocolate: um dia minha mãe trouxe vários do trabalho dela, que a patroa tinha dado. Eram várias miniaturas e pelo que entendi, eram da Suíça. Acho que o comentário que dão por aí é real: chocolate suíço é maravilhoso.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
  2. Verdade, só faltou o corante para ter sucesso na missão desse suco parecer com cérebro, damn! Quanto a subida do cerro Santa Lucia, exige várias paradas estratégicas pq é muuuito puxado, de verdade.
    Chocolate suíço ♥

    ResponderExcluir