Livros de 2017

- 03 janeiro 2018 -
Uma das minhas grandes propostas e metas tem sido ler pelo menos 1 livro por mês durante o ano e até que eu tenho conseguido manter a meta digna, esse ano eu consegui ler 19 livros um pouco mais do que o ano passado o que me deixou bem satisfeita, não pretendo fazer resenhas dos livros, apenas a minha impressão sobre cada um, mas a quem se interessar, vou tentar linkar resenhas muito mais bem feitas das que eu jamais faria por aqui HAHAH. Aos livros então.

Dos que eu li
Conta comigo ♥♥♥♥♥ | Revival ♥♥♥ | O rapaz do colorado ♥♥♥ | Fúria ♥♥♥ | 1984 ♥♥♥♥♥ | John Taylor ♥♥♥♥ | Virgens suicidas ♥♥♥ | O filho de mil homens ♥♥♥ | A igreja do diabo ♥♥♥♥♥ | Biografia Metallica ♥♥♥♥♥ | Por um fio ♥♥♥♥♥ | O bazar de sonhos ruins ♥♥♥ | Memórias de uma gueixa ♥♥♥♥ | Jantar secreto ♥♥♥♥♥ | O retrato de Dorian Gray ♥♥♥ | Achados e perdidos ♥♥♥♥♥ | O último turno ♥♥♥♥ | Perfume ♥♥♥ | O médico alemão ♥♥♥♥♥

Dos livros que eu mais gostei

Conta comigo ♥♥♥♥♥ (resenha) - Eu sempre começo o ano meio desnorteada sem saber o que ler ou o que fazer da vida, tava me sentindo saudosista e resolvi reler esse livro (conto na verdade) que é um dos meus favoritos escritos pelo rei, junto com o Cadillac de Dolan que MINHA NOSSA, se você nunca leu APENAS LEIA.

1984 ♥♥♥♥♥ (resenha) - Sou do time que acha que todo mundo deveria ler esse livro em algum momento da vida, é um livro que retrata de alguma forma o que estamos vivenciando hoje, é um tapa na cara a todo momento.

A igreja do diabo ♥♥♥♥♥ (resenha) - Na verdade não é um livro é um conto bem curto (de umas vinte e poucas páginas) mas tem uma sacada muito genial do Machado de Assis sobre as motivações humanas.

Biografia Metallica ♥♥♥♥♥ (resenha) - Sou suspeita a falar a respeito de biografias em geral (porque eu sou fã) e do Metallica, porque né apenas Metallica. Acho esse tipo de material um pouco delicado de ser lançado, porque apesar de propor uma forma muito legal e completa para que possamos conhecer um pouco melhor o artista ou a banda em questão, acho um pouco falho quando quem escreve não tem ligação direta com a banda (jornalistas que são fãs da banda ou algo do gênero, sabe?) porque mais que você possa coletar informações e entrevistas nunca será a mesma coisa do que as pessoas que vivenciaram a banda, sabe? O que de fato é muito mais enriquecedor e autêntico. Eu me senti muito envolvida com essa leitura apesar dos famigerados "Então fulano falou", "Segundo entrevista tal".

Por um fio ♥♥♥♥♥ (resenha) - Já disse que eu sou fã do Drauzio Varella? Sou fã do Drauzio Varella. Também vi esse livro por indicação e comecei a ler sem mesmo saber muito a respeito, e posso falar? Valeu muito a pena! O livro retrata diversas histórias de pessoas em fases terminais de suas vidas, e tudo isso sob a óptica do Drauzio Varella, que além de médico super reconhecido e tals mostrou ser um ser humano incrível. Não foi o livro mais fácil que eu li esse ano, até porque a temática não é fácil (morte por doença / morte em geral), achei que o livro fosse ser super pesado (não que não seja), mas de alguma forma o Drauzio conseguiu mostrar muitas lições de vida com tudo isso, que não devemos nos deixar abalar facilmente (porque isso influencia diretamente na forma como lidamos com os obstáculos da vida, etc) um livro realmente inspirador.

Memórias de uma gueixa ♥♥♥♥ (resenha) - Comecei esse livro sem saber  muito o que esperar e por um tempo achei que fosse uma biografia verídica (não que eu não acredita que muita coisa que aconteceu no livro não tenha sido verdade) e cara, como esse livro me causou angústia, nojo, desespero, por várias vezes eu tive que parar de ler e digerir aquilo que eu tinha acabado de ler, passava dois, três dias para conseguir voltar a ler, não que seja uma leitura difícil, mas é densa, sabe? Coisas bem fora do que eu jamais imaginei que poderia acontecer, coisas que eu desconhecia sambando bem ali em frente aos meus olhos, acho que uma das leituras mais difíceis, mas não menos prazerosas desse ano.

Jantar secreto ♥♥♥♥♥ (resenha) - Vi indicação desse livro em algum canal do youtube e já achei fantástica a proposta do livro desde o início, um grupo de amigos a fim de sair da merda financeira que se instalaram por alguns motivos resolvem propor jantares para a alta sociedade carioca, só que esses jantares são feitos a base de carne humana (!!), sério o desenrolar desse livro é fascinante e nojento ao mesmo tempo,as descrições são muito detalhadas e acredito que elas são a chave do negócio, são elas que te fazem repensar mil vezes antes de voltar a comer carne, indico de coração.

Achados e perdidos ♥♥♥♥♥ (resenha) - A melhor leitura desse ano com certeza (estava em dúvida entre esse, o médico alemão, que eu já falo, e o jantar secreto, mas esse não teve nenhum buraco, nenhum deslize durante o livro todo, o final foi surpreendente, aliás foi maravilhoso da primeira página até a última, pra mim, com certeza o melhor da trilogia, diria até que as aparições de Jerome, Bill Hodges e Holly são totalmente desnecessárias (tá não são desnecessárias, mas é que eles não representam muito durante o livro) hahaha.

O médico alemão ♥♥♥♥♥ (resenha) - Já tinha assistido o filme (que eu também SUPER INDICO) e quando eu soube que existia o livro (que foi escrito por uma mulher (Lucia Puenzo), que foi a mesma que dirigiu o filme) me deixou muito entusiasmada em lê-lo, diria que o livro é uma ótima extensão do livro, apesar de ter muitas coisas que diferem do filme, mas ainda sim serve como um braço de apoio para as pequenas passagens do filme que não são dadas explicações suficientes ou apenas para entender melhor o que se passa (passava) na cabeça do Josef Mengele.

Um comentário em "Livros de 2017"

  1. Corri procurar O Corpo para ler pois Conta Comigo é um dos filmes favoritos de infância <3
    Amo Metallica também! Vou tentar reler meus livros de rock esse ano também.

    Beijo e bom 2018!

    ResponderExcluir